Capitão do Brasil diz que faltou rigor em relação a torcida rival

João Zwetsch reclamou dos excessos dos argentinos durante a partida desta segunda-feira entre Thomaz Bellucci e Frederico Delbonis

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Bellucci
Cristiano Andujar / CBT
Bellucci "sofreu" com os xingamentos dos argentinos no jogo desta segunda

Capitão brasileiro na Copa Davis, João Zwetsch reclamou que "faltou pulso firme" à arbitragem para coibir os excessos da torcida argentina no confronto encerrado nesta segunda-feira (9).

Com uma vitória de Federico Delbonis sobre Thomaz Bellucci por 3 sets a 1, a Argentina fechou o duelo em 3 a 2 e se classificou para as quartas de final do Grupo Mundial.

Entre 17 e 19 de julho, enfrentara a Sérvia, em casa. O Brasil espera para saber contra quem jogará na repescagem, em setembro.

Durante o jogo entre Delbonis e Bellucci, nesta segunda, os torcedores argentinos proferiram inúmeros xingamentos diretos a Bellucci, o que a regra da Federação Internacional de Tênis veta.

"Um dos pontos fracos do confronto foi a arbitragem. Poderiam ter colocado um arbitro de língua espanhola. Faltou pulso firme, nem sequer uma advertência a torcida argentina tomou", afirmou Zwetsch.

O árbitro geral do embate foi o britânico Andrew Jarrett. "Essa parte, deixaram seguir".

Nos outros dias, as provocações da torcida também foram ofensivas. No domingo, durante o jogo entre Leonardo Mayer e João Souza, o Feijão, o ex-número 4 do mundo Juan Martin del Potro chegou a ser retirado do banco argentino por bater boca com torcedores brasileiros. Mas pode ficar na quadra.

Leia tudo sobre: thomaz belluccitenisjoao zwetschcopa davisargentina