Veja quais são as mudanças feitas para as obras da trincheira do Itaú

Após um mês de preparativos, desvios e mudanças de pontos de ônibus, intervenções começam nesta terça-feira (9)

iG Minas Gerais | Bárbara Ferreira e Bernardo Miranda |

Planejamento.
Transcon diz que maior distância a ser percorrida por um usuário de ônibus será 280 metros
JOÃO GODINHO
Planejamento. Transcon diz que maior distância a ser percorrida por um usuário de ônibus será 280 metros

Depois de um mês de preparativos para os desvios, as obras da trincheira no encontro das avenidas Babita Camargos e David Sarnoff, em Contagem, na região metropolitana de Belo Horizonte, começam nesta terça-feira (9).

As máquinas chegarão ao local a partir da 0h, e a previsão é de que as intervenções terminem no segundo semestre de 2016 - com cerca de um ano e quatro meses de duração. Durante esse período, o trânsito na David Sarnoff será totalmente interditado no sentido Eldorado, e mais de cem linhas de ônibus terão seu itinerário alterado.

A obra tem custo estimado de R$ 24 milhões e, quando concluída, a trincheira vai eliminar o cruzamento, reduzindo os frequentes congestionamentos na região. Quem estiver na David Sarnoff passará por baixo da estrutura, sem semáforos. Quem estiver na Babita Camargos vai trafegar por cima e terá o tempo semafórico reduzido em 33% – o sinal será necessário para os pedestres e também para o motorista que vai da Babita para a David Sarnoff.

“Perto dos benefícios da obra, os transtornos não serão problemas. Há 30 anos, Contagem não recebe uma grande obra viária, e essa talvez seja a mais importante da história da cidade”, ponderou o presidente da Autarquia Municipal de Trânsito e Transportes de Contagem (Transcon), Agostinho Silveira.

A obra da trincheira é aprovada pelo especialista em trânsito e transportes Márcio Aguiar, que já realizou estudos para a região. Ele destaca que essa é uma medida já pensada há muito tempo, mas que só agora vai sair do papel. “O tráfego naquele ponto já está saturado há algum tempo. É uma obra que vem com certo atraso, mas com certeza é uma boa notícia, pois vai reduzir o tempo gasto no deslocamento e os congestionamentos”, afirma. Aguiar aprova a escolha pela trincheira, porque as características do relevo e geometria de tráfego favorecem a obra.

Desvios

Como o local é caminho para vários destinos, uma série de desvios foi elaborada pela Transcon para amenizar os transtornos. Cada rota vai oferecer ao menos duas alternativas de trajetos para o motorista, de forma a não sobrecarregar um único caminho. Todas as alterações já foram implantadas no local.

A mudança na circulação também vai alterar a rotina de quem anda de ônibus. Os coletivos representam 10% dos veículos que trafegam na região. Quatro pontos de ônibus serão desativados durante a interdição, o que vai afetar os deslocamentos dos usuários do transporte público. Ao todo, 102 linhas terão o itinerário alterado.

Pontos de ônibus

O ponto de ônibus que ficava na avenida David Sarnoff em frente ao McDonald's foi desativado. Com isso, novos pontos foram criados. Veja a localização deles e para onde foi cada linha.

FOTO: REPRODUÇÃO Ônibus trincheira Itaú Pontos de ônibus que foram desativados e criados

 

Ônibus que paravam no McDonald's e foram para o ponto da avenida Firmo de Mattos:

103 173 174 303 474 570 001A 001C 0403 101A 301C 302B 302D ATD 305B 306A 306C 307A 401A 402A 1730 1740 1950 2460 2470 2550 2551 2580 2581 2600 2710 2720 2730 2740 2950 2980 6630 6640 6650 6670 6671 6740 6750 7740 7900 7905 7950   Ônibus que paravam no McDonald's e foram para o ponto da praça Cemig:   1320 1321

Ônibus que parava no McDonald's e foram para o ponto ao Itaú:

3828

Ônibus que paravam no McDonald's e oram para o ponto da Leroy;

370 371 302A 302C 302D 302E 1100 1300 2480 6690 6700 6730 6770 6790   Ônibus que paravam no McDonald's e foram para o ponto do metrô Eldorado:   6710 6981 6982 6987 6600 6610     FOTO: Editoria de arte Entenda a obra e prepare-se para as intervenções  

 

Leia tudo sobre: contagemtrincheira