EUA enviam equipamentos militares aos países bálticos

Entregas, que serão feitas no porto de Riga, pretendem mostrar "ao presidente (russo Vladimir) Putin e a Rússia" que Washington pode agrupar suas forças, declarou o general americano O'Connor

iG Minas Gerais | Folhapress |

O governo dos Estados Unidos enviou mais de 100 equipamentos militares pesados, incluindo tanques, aos três aliados bálticos para reforçar sua capacidade de defesa e enfrentar uma possível ameaça russa, afirmou à AFP o general americano John O'Connor.

As entregas, que serão feitas no porto de Riga, pretendem mostrar "ao presidente (russo Vladimir) Putin e a Rússia" que Washington pode agrupar suas forças, declarou O'Connor, responsável pelo transporte do material militar.

Os tanques Abrams e os veículos de combate Bradley e Scout Humvees permanecerão nos três países pelo tempo necessário para dissuadir a Rússia de uma agressão, destacou.

Estônia, Letônia e Lituânia, membros da Otan e da União Europeia desde 2004, tem escasso poder militar próprio.

A presença da Rússia na Ucrânia e a anexação da Crimeia em março de 2014 provoca preocupação nos três países, que estiveram sob domínio soviético durante meio século.

Manobras militares da Rússia na região do mar Báltico provocaram um certo alarme nestes países, que temem uma intervenção de Moscou similar a da Ucrânia.

Diante da ameaça russa, a Otan decidiu reforçar a defesa em seus países membros do leste da Europa com uma nova força de 5.000 homens de rápida mobilização e seis "centros de comando", três deles nos países bálticos. 

Leia tudo sobre: EUARÚSSIAMILITARATAQUE