Homem é flagrado torturando deficiente no Rio

Com suspeita do companheiro, mulher gravou as agressões sofridas pelo filho dentro de casa

iG Minas Gerais |

Gravado às escondidas, Basílio continuou a agredir o deficiente
Reprodução de vídeo
Gravado às escondidas, Basílio continuou a agredir o deficiente

Rio de Janeiro. Um homem foi preso em flagrante na tarde de sábado, por torturar um adolescente deficiente físico, de 13 anos, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio. Jeferson Basílio, 27, foi detido por policiais da 73ª Delegacia de Polícia (Neves) após a mãe do garoto, que era sua namorada, levar à polícia um vídeo que mostra imagens da agressão.

As imagens foram gravadas por um celular escondido na casa da família. O jovem é portador da Doença de Batten, uma síndrome degenerativa que compromete os movimentos musculares. Ele também tem paralisia cerebral. Com escoriações leves pelo corpo, foi levado para o Hospital Estadual Alberto Torres, também em São Gonçalo, e liberado no fim da manhã deste domingo.

A mãe do garoto e Basílio namoravam havia dois anos. Há três semanas, passaram a morar juntos. “Hoje poderia ser o velório do meu filho”, disse a mulher, que pediu para não ser identificada. De acordo com ela, a tortura foi motivada por ciúmes, por causa dos cuidados demandados pelo adolescente. “Ele tinha ciúmes e eu falei por várias vezes: é melhor a gente terminar”, afirmou. “Quero que ele pague pelo que ele fez”.

Ela desconfiou de que o filho tivesse sido agredido depois de ele ter saído de um dos quartos da casa, onde também estava Basílio, com a cabeça sangrando.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave