Destaque do Galo, Rafael Carioca revela conversas para renovação

Jogador, que veio por empréstimo de um ano do Spartak Moscou, da Rússia, quer permanecer por muito tempo no Galo

iG Minas Gerais | BRUNO TRINDADE |

Volante foi substituído por Dodô no segundo tempo, mas não houve melhora
Reprodução
Volante foi substituído por Dodô no segundo tempo, mas não houve melhora

Pouco tempo depois de sua chegada ao Atlético, em agosto de 2014, o volante Rafael Carioca entrou no time e não saiu mais. Firme na marcação, com bom toque de bola e bom posicionamento, além de aparecer na área adversária como elemento surpresa, o jogador tem se tornado um dos principais jogadores do Galo.

Por conta disso, a torcida alvinegra já mostra preocupação com a situação do atleta, que terá seu contrato de empréstimo encerrado em agosto e, caso não haja renovação ou o clube mineiro compre os seus direitos econômicos, ele terá que retornar para o Spartak Moscou, da Rússia.

A notícia que pode deixar a Massa um pouco mais tranquila foi dada pelo próprio jogador após o clássico contra o Cruzeiro. Ele afirmou que ele e o alvinegro já estão em processo de renovação e que o tempo de seu contrato não é uma preocupação. “Não é uma preocupação porque já começamos a conversar. O Atlético demonstrou o interesse de ficar comigo e eu quero ficar também. É esperar um tempinho a mais para retomar as conversas”, declarou.

Um dos melhores do clássico contra o maior rival, o volante festejou o primeiro gol dele anotado com a camisa alvinegra.

“Qualquer jogador sonha com isso (fazer gol em clássico). A gente conseguiu fazer 1 a 0 e coincidiu de eu conseguir fazer esse gol. É especial o gol por ser em um clássico, em um jogo que mexe muito com a cidade. Estou muito feliz porque conseguimos imprimir um ritmo forte em cima do Cruzeiro. A gente sabe que é muito difícil jogar aqui. A gente está muito feliz pelo empate. Acho que vai todo mundo pra casa com a consciência limpa de que a gente fez um bom jogo”, disse.

Carioca não considera que esta tenha sido a sua melhor atuação e prefere ressaltar a sua regularidade em campo.

“Acredito que essa não foi a minha melhor atuação com a camisa do Atlético. Já tive outras boas atuações, antes da lesão mesmo, tive outras partidas boas pelo Campeonato Brasileiro. Eu não procuro ver quando jogo muito ou quando jogo pouco. Acho que jogador tem que ter regularidade e eu estou tendo isso durante o tempo todo aqui no Atlético”, concluiu o jogador.

Leia tudo sobre: AtleticoGaloRafael CariocacontratorenovacaoemprestimoSpartak MoscouRussiavolante