Brasilidade do Conjunto Santa Maria

Ano passado, eles inauguraram o “Circuito Periférico”, levando o som do grupo até a região metropolitana da capital

iG Minas Gerais | LUCAS SIMÕES |

12duoito vai do rock progressivo ao jongo, do funk ao samba
robert miguel/divulgação
12duoito vai do rock progressivo ao jongo, do funk ao samba

O 12duoito não é só uma banda. Os sete compositores do coletivo também devem ser olhados como um impulso social ao Conjunto Santa Maria, na região Noroeste de Belo Horizonte, onde a arte chegou no meio da rua, abrindo portas em plena periferia, abusando do samba e do funk. O mais intrigante da banda é que, em dez anos de carreira, eles nunca gravaram um álbum ou registro audiovisual. “Nós sempre prezamos por shows para ocupar a comunidade. Neste ano é que vamos gravar um EP e registrar em DVD um show no próprio Conjunto Santa Maria”, diz o vocalista Jefferson Gomes. Assim, a banda que nasceu de reuniões informais para celebrar os aniversários do vocalista, criou projetos como “Se Essa Rua Fosse Minha” e “Se Essa Quadra Fosse Minha” – ocupando espaços públicos com shows e diversas atividades artísticas. Ano passado, eles inauguraram o “Circuito Periférico”, levando o som do grupo até a região metropolitana da capital. Para conferir o trabalho da banda formada por Rita Silva (vocais), Aldair Woyames (guitarras), José Eustáquio Silva (contrabaixo), Marco Antônio (bateria), Nelson Pombo Jr e Rifferson Gomes (percussão) e Jabez Souza (produção executiva ao lado de Nelson Pombo), acesse o SoundCloud da banda no endereço: www.migre.me/oU5AE.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave