'Eu fui incapaz e a responsabilidade pela derrota é minha', diz Ceni

Para o goleiro, se o pênalti que ele cobrou tivesse sido convertido em gol, São Paulo teria tranquilidade e poderia ter vencido o Corinthians

iG Minas Gerais | Folhapress |

Goleiro são-paulino se responsabilizou pela derrota contra o Corinthians
Site Oficial / saopaulofc.net/Divulgação
Goleiro são-paulino se responsabilizou pela derrota contra o Corinthians

Visivelmente abalado com o pênalti que perdeu na derrota para o Corinthians por 1 a 0, o goleiro Rogério Ceni disse que foi o culpado pelo revés do São Paulo, neste domingo (8), no Morumbi, pelo Paulista. "Era minha responsabilidade empatar. Foi incapacidade minha. Perdi o pênalti. Se eu tivesse marcado, o São Paulo teria tranquilidade e poderia até vencer", disse o goleiro.

A penalidade perdida foi aos 11 minutos do segundo tempo. Rogério Ceni bateu no meio do gol e o goleiro Cássio fez a defesa com os joelhos - a bola explodiu no arqueiro e tocou o travessão. O lance do pênalti fez o zagueiro Gil ser expulso. Ele foi punido com o cartão vermelho após a bola bater na mão dele numa finalização do São Paulo. O lance foi contestado pelos corintianos.

"Nossa atuação no Morumbi foi bem melhor do que naquele jogo anterior --derrota por 2 a 0 para o Corinthians, há 18 dias, na Libertadores. O time tocou a bola, penetrou mais na defesa. Faltou mesmo acertar o pênalti, o que poderia dar tranquilidade para buscar a virada", disse Ceni.

O goleiro são-paulino tem 124 gols pelo São Paulo. Neste ano, marcou um de pênalti, na vitória por 2 a 0 sobre o XV de Piracicaba, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista.

Ao lado de Ceni Além de Rogério Ceni, quem também avaliou que o gol de pênalti poderia ter mudado a história do clássico neste domingo (8) foi o volante Souza. "Se fizéssemos o gol de pênalti, era outro jogo. O futebol é assim. A gente pressionou, teve dificuldade, eles não criaram nada, mas demos azar", disse o volante.

O técnico Muricy Ramalho também teve uma avaliação semelhante. Mas aprovou a forma como o time reagiu ao pênalti perdido, sem deixar de pressionar o Corinthians. "O pênalti ao nosso favor foi a grande diferença, ainda com um a mais [para poder virar]. Os jogadores tiveram atitude depois. Foi boa. Claro que o torcedor fica irritado porque é um resultado negativo contra um rival tradicional", disse.