O vislumbre da perfeição que aguarda a humanidade

iG Minas Gerais |

Equipe Divina Madre
undefined

Realidades que no passado eram conhecidas por poucos integram hoje o dia a dia dos que, com pureza, se voltam para o mundo interno, espiritual. Assim, muitos são os que se aproximam de novas expansões de consciência, ou mesmo que as experienciam. Em nossos dias, um intenso estímulo evolutivo permeia grupos cada vez maiores e mais preparados. Os seres humanos que despertam veem descortinarem-se à sua frente extensos horizontes, enquanto outros, adormecidos, prosseguem olhando para trás. Não se pode compreender a essência de uma obra espiritual sem considerar a vida interior, da alma, que a inspira e anima. Assim como a chama surge do fogo, é a vida interior que desperta e prepara a consciência do homem para assumir funções junto a Deus, às hostes angelicais. No preparo interior de um ser é preciso ter-se presente que a consciência não é iluminada por inteiro de uma só vez. O clareamento e a ampliação da aura realizam-se aos poucos, com cuidado, à medida que a energia da pessoa se ajusta a cada passo que ele vai dando. É como penetrar uma floresta jamais desbravada. Conforme nela se ingressa, o caminho trilhado abre frestas para que a luz chegue onde se está e, com persistência e paciência, removem-se os obstáculos e percebe-se quando reunir energias para novos avanços. E é preciso, sobretudo, empreender essa formidável aventura como alguém que vive plenamente o que ela significa. O papel da presença do homem no mundo da matéria está por ser reconhecido. O universo físico do cosmos é um grande plasma de vida e energia em diferentes graus de condensação, e conta com a humanidade para expandir-se, assim como a massa conta com o fermento para levedar-se. Em vez de explorar a matéria, como vem fazendo o homem, seria preciso que este se unificasse à meta que ela deve atingir. Ao compreender essa meta e contribuir para sua evolução, a humanidade não se desviaria do caminho, pois a meta conhece o destino de tudo o que vive, e a todos conduz corretamente. Mesmo nestes tempos de aparente desequilíbrio, pode-se ver que na Terra o reino vegetal, por ser receptivo às suas metas internas, espirituais, é canal de expressão da beleza e atua como um potente vórtice purificador de energias. Todos os reinos da natureza podem chegar a essa harmonia. Profundamente belo é um universo material em que os seres que nele evoluem respondem adequadamente a padrões superiores – e a isso temos que chegar. A oferta ao serviço impessoal é um fator benéfico e equilibrador na vida de uma pessoa. Isso ocorre pela intensa estimulação advinda do próprio trabalho e pela autodisciplina externa normalmente requerida no seu cumprimento. De modo geral, o serviço torna-se o exercício espiritual desses seres. Pode-se reconhecer o puro como puro e o turvo como turvo, sem com isso emitir julgamento, a fim de que a consciência cresça em discernimento e sabedoria, segundo a Lei de Deus. Contudo, essa mesma Lei se revela conforme as possibilidades de entendimento do homem. Observando-se as grandes superações conseguidas sobre as forças da matéria por indivíduos tidos como santos, iluminados ou guias da humanidade, pode-se vislumbrar a perfeição que aguarda a humanidade. Todavia, para que o velho homem seja transcendido e o ser se aproxime da sua realidade profunda, são fundamentais a decisão, o ímpeto e a tenacidade em avançar. Para aprofundar no tema ou para conhecer as obras do autor, acessar o site www.irdin.org.br ou www.comunidadefigueira.org.br.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave