Capacitação é grande diferencial

A capacitação também mudou a vida da empresária Luciana Maria de Castro Rodrigues, 41, proprietária do Espetinho Gil e Lu, no bairro Buritis

iG Minas Gerais | ludmila pizarro |


Xica da Silva sustenta a casa e as três filhas com renda do bufê
DENILTON DIAS / O TEMPO
Xica da Silva sustenta a casa e as três filhas com renda do bufê

Uma característica da mulher empreendedora é a busca pela capacitação. “A mulher à frente de um negócio prima muito pela qualificação. Tanto que os índices de escolaridade melhoraram entre os empreendedores de empresas com menos de 3,5 anos de existência. Hoje, 49% dos líderes destes negócios têm ao menos o ensino médio”, afirma Fabiana Pinho, gerente de educação, empreendedorismo e cooperativismo do Sebrae-MG.  

“Sempre busquei estudar para melhorar. Fiz cursos de empreendedorismo e cooperativismo, economia sustentável e agora estou cursando informática avançada no Senac. Hoje eu frequento o EJA (Educação de Jovens e Adultos) para terminar o ensino fundamental”, conta Francisca Maria da Silva, 50, dona do bufê ‘Amigos de Xica’.

A capacitação também mudou a vida da empresária Luciana Maria de Castro Rodrigues, 41, proprietária do Espetinho Gil e Lu, no bairro Buritis. “Vendi churrasquinho na rua por sete anos, mas a fiscalização batia e levava mercadoria. Então procurei o Sebrae e até o CNPJ da minha empresa consegui lá. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave