Mulher é detida ao entrar com droga em presídio e diz ter sido coagida

Suspeita se passou por grávida para tentar chegar ao interior do Presidio Inspetor José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves, na Grade BH; detento confirmou estar ameaçando a moça

iG Minas Gerais | CAMILA KIFER |

Uma mulher foi presa após ser flagrada tentando entrar com porções de maconha durante revista no Presidio Inspetor José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves, na Grande BH, no inídio da tarde deste sábado (7). A suspeita explicou aos agentes penitenciários que foi ameaçada pelo detento a levar o material para ele. O preso confirmou a versão.

Por volta de 13h, uma mulher se apresentou como gestante para passar pela vistoria da unidade prisional. “Nesses casos, a grávida não é submetida pela máquina de raio-X. Mas como ela apresentou muito nervosismo, ela passou pela vistoria manual”, explicou uma fonte ligada ao presídio, que preferiu não se identificar.

Dois sacos de chup-chup cheios de maconha foram encontrados dentro do órgão genital da mulher. Ao ser questionada, ela explicou que havia mais substancias escondidas dentro de sua bolsa, que estava no guarda volumes. A droga foi encontrada no local indicada.

A mulher disse estar sendo ameaçada pelo detento, que envia cartas e realiza ligações para sua casa. Ela também explicou aos militares que está passando por dificuldades financeira e que iria receber pelo serviço. O detento disse ter conhecido a mulher na rua e a partir desse momento decidiu coagir a moça. 

O preso foi ouvido e será transferido para um isolamento, onde permanecerá nos próximos dez dias. Um procedimento interno será aberto para analisar o caso. A Polícia Militar (PM) foi acionada para realizar o boletim de ocorrência. 

Leia tudo sobre: PresídioRibeirão das NevesNevesGrande BH