Contra a violência, Alto Vera Cruz investe no turismo

Ideia é criar um circuito cultural e atrair visitantes para o bairro

iG Minas Gerais | JHONNY CAZETTA |

Caminhada com declarações de amor ao bairro marcou lançamento de campanha
Uarlen Valério
Caminhada com declarações de amor ao bairro marcou lançamento de campanha

De olho no turismo que vai movimentar o Brasil por conta das Olimpíadas Rio 2016, moradores do bairro Alto Vera Cruz, na região Leste de Belo Horizonte, estudam criar um circuito cultural do bairro, com uma série de eventos. A iniciativa foi anunciada nesta sexta, durante lançamento da campanha Amor ao Alto, que tem como intenção mobilizar a comunidade em busca de melhor qualidade de vida. Conforme O TEMPO mostrou na última semana, o bairro é o mais violento da capital, segundo levantamento da Polícia Civil.

“É importante a gente assumir este território – que conta com mais de 50 mil pessoas – como favela. É importante a gente assumir que esse lugar sempre foi estigmatizado. E vamos fazer desse estigma um carisma. Existem pessoas maravilhosas nesta comunidade”, afirmou Francislei Henrique, da Central Única das Favelas (Cufa).

Presidente do Centro de Ação Comunitária Alto Vera Cruz, Júlio Cézar Souza – conhecido como Júlio do Alto – explicou que a ideia é mostrar as coisas boas da comunidade. “O circuito cultural vai ter atividades o ano todo. E, como complemento, a gente quer transformar o bairro em um polo turístico das Olimpíadas 2016”.

O líder comunitário explicou ainda que a intenção do circuito, organizado pelo centro cultural do bairro, é propagar as atividades culturais produzidas pela comunidade. Na música, por exemplo, o Alto Vera Cruz conta com atrações nacionalmente reconhecidas, como o rapper Flávio Renegado e o grupo Meninas de Sinhá.

Júlio do Alto acrescentou que a gastronomia também vai ser fomentada. “Temos vários bares que oferecem comida caseira e pratos de primeira qualidade. No bairro é feito um dos melhores tropeiros da cidade”.

Caminhada. Nesta sexta, durante o lançamento da campanha, cerca de cem pessoas realizaram uma caminhada pelo bairro – com gritos grupo proclamava “Nós amamos o Alto”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave