Denúncias vão ser feitas do exterior

De acordo com a SPM, o Itamaraty já negociou com as empresas telefônicas desses países, que disponibilizarão números de ligação gratuita, que direcionarão as chamadas para o Brasil

iG Minas Gerais | Bernardo Almeida |

A Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM) anunciou a ampliação da Central de Atendimento à Mulher–Ligue 180 para mais 13 países: França, EUA, Inglaterra, Noruega, Guiana Francesa, Argentina, Uruguai, Paraguai, Holanda, Suíça, Venezuela, Bélgica e Luxemburgo. A central já atende Espanha, Itália e Portugal. O principal objetivo é atender aos casos de tráfico de mulheres brasileiras, levadas para o exterior.

De acordo com a SPM, o Itamaraty já negociou com as empresas telefônicas desses países, que disponibilizarão números de ligação gratuita, que direcionarão as chamadas para o Brasil. Em 2014, as denúncias de tráfico de mulheres responderam por 140 do total de 52.957 ligações. As outras ocorrências foram de violência física (27.369), psicológica (16.846), moral, patrimonial (1.028), sexual (1.517) e de cárcere privado (931).

Abuso sexual

Realidade. Uma adolescente de 13 anos que era abusada pelo padrasto desde os 5 está grávida. O caso ocorreu em Teófilo Otoni, no Vale do Mucuri, e foi descoberto ontem, por uma agente de saúde.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave