Sonda Dawn entra na órbita de Ceres, menor planeta-anão

Trata-se da primeira sonda a explorar tão de perto um planeta-anão, o maior objeto conhecido no cinturão de asteroides do sistema solar situado entre as órbitas de Marte e Júpiter

iG Minas Gerais |

Washington, EUA. Após uma jornada de sete anos e meio, a sonda norte-americana Dawn entrou ontem na órbita do misterioso Ceres e iniciou a exploração do menor planeta-anão do sistema solar. Trata-se da primeira visita de uma sonda em torno de um corpo celeste como esse.

A sonda iniciará 16 meses de exploração de Ceres, o que deve ajudar a desvendar seus mistérios e compreender melhor a formação do sistema solar há 4,5 bilhões de anos.

“Após ter percorrido 4,9 bilhões de quilômetros em uma viagem de sete anos e meio, Dawn chegou a seu novo destino”, declarou ontem Marc Rayman, diretor da missão espacial.

“O estudo de Ceres nos permite voltar na história do espaço, e as informações poderiam resultar em descobertas importantes para a compreensão da formação do sistema solar”, explicou Jim Green, diretor da divisão de ciência planetária da Nasa.

Trata-se da primeira sonda a explorar tão de perto um planeta-anão, o maior objeto conhecido no cinturão de asteroides do sistema solar situado entre as órbitas de Marte e Júpiter.

Status

Desde sua descoberta pelos cientistas, em 1801, Ceres foi considerado um planeta completo, depois passou a ser conhecido como um asteroide e, por fim, tornou-se um planeta-anão.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave