Mamma mia!

Desfiles de marcas tradicionais italianas esquentam a temporada de inverno

iG Minas Gerais | Natália d'Ornellas |

Pelos em alta na passarela impecável de Salvatore Ferragamo
Giuseppe Cacace/AFP
Pelos em alta na passarela impecável de Salvatore Ferragamo

Numa temporada em que a turma se dividiu entre desejar a nova capa de iPhone da Moschino (de ursinho, diga-se!) e as coincidências fashion do desfile statement da Dolce & Gabbana (há quem diga que os headfones cravejados são inspirados no trabalho da colombiana Adriana Duque, cuja marca são retratos de crianças usando os mesmíssimos acessórios) os fashionistas passaram por Milão, na última semana, para assistir a uma maratona de desfiles importantes.

E, se do lado de fora dos shows a turma corria atrás de blogueiras e do alto clero fashion para clicar o street style mais festivo da agenda internacional, dentro das salas se viu algumas repetições que podem, sim, virar moda e ir pra rua. São elas: conjuntos, estampados ou não, eles estão na pauta; utilitários, os bolsos frontais apareceram em versão elegante e superurbana; capas e sobretudos; peles (fake ou não) e as meias-calças ou até macaquinhos segunda pele estampados para esquentar, e, claro, compor o look.    

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave