Corpo da adolescente Taísa será enterrado em Matozinhos neste domingo

Ela foi encontrada morta em 18 de novembro e a sua identificação concluída nesta semana; principal suspeito do crime está foragido

iG Minas Gerais | Gustavo Lameira |

Taíza usava esta blusa preta de formandos no dia do sumiço
FACEBOOK / REPRODUÇÃO
Taíza usava esta blusa preta de formandos no dia do sumiço

A Polícia Civil liberou o corpo de Taísa Pereira Saraiva para sepultamento e últimas homenagens da família neste fim de semana, em Matozinhos, região Central de Minas. A adolescente de 17 anos foi assassinada no final de 2014, e sua identificação concluída nesta semana.

Ela foi vista pela última vez no dia 3 de novembro, na saída da escola, e seu corpo localizado 18 dias depois em uma fazenda do município com sinais de violência.

O velório acontece neste sábado (7), a partir das 15h, na funerária Santa Clara, no centro. O sepultamento será no domingo (8), no Cemitério Municipal, mas o horário ainda não divulgado para os familiares.

Foragido

O principal suspeito do crime está foragido. Ângelo Márcio era vizinho da família. Segundo a investigação, ele agiu com requintes de crueldade motivado pela atração sexual que sentia pela vítima. A adolescente era evangélica, de comportamento recatado e não correspondia às investidas dele. Contra Ângelo há um mandado de prisão preventiva em aberto.

"Assim que a minha prima desapareceu a gente ainda viu ele por aqui, ele mora do lado, mas a princípio não suspeitamos de nada. Quando acharam o corpo dela, a polícia foi na casa do Ângelo e encontrou sangue da Taísa lá, e no carro dele também. Aí ele sumiu. A família dele mora aqui em Matozinhos também, mas a casa dele está vazia", disse uma parente da vítima que pediu para não ser identificada.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave