Tenho amigos homossexuais que frequentam minha casa, diz Feliciano

No "Programa Raul Gil", que vai ao ar neste sábado (7), parlamentar foi sabatinado pelas socialites Val Marchiori e Lydia Sayeg, a apresentadora Penélope Nova e a ex-modelo Thammy Miranda sobre suas opiniões

iG Minas Gerais | Folhapress |

Tenho amigos homossexuais que frequentam minha casa, diz Feliciano na TV
F. I. PINTON/ESTADÃO CONTEÚDO
Tenho amigos homossexuais que frequentam minha casa, diz Feliciano na TV

Conhecido pela rígida postura contrária aos direitos dos homossexuais, o deputado federal pastor Marco Feliciano afirmou, no "Programa Raul Gil" (SBT), que tem "inúmeros amigos" gays e que eles, inclusive, "frequentam" a sua casa. "O medo do movimento cristão não são os homossexuais. O problema são os ativistas, aqueles que ganham para isso", disse.

Na atração, que vai ao ar neste sábado (7), o parlamentar foi sabatinado pelas socialites Val Marchiori e Lydia Sayeg, a apresentadora Penélope Nova e a ex-modelo Thammy Miranda sobre suas opiniões, a vida pessoal e as polêmicas que envolvem seu nome.

Durante a entrevista, ele classificou como "privilégios" conquistas do movimento homossexual, como o reconhecimento legal do casamento entre pessoas do mesmo sexo.

"Eu não aceito o casamento gay. É uma opinião minha, mas eu tenho 8 processos por causa disso, porque expressei minha opinião", avaliou. "Como parlamentar, eu apoio todos os direitos civis. Direitos, não privilégios."

O pastor, que disse "estar político", defende, segundo ele, as bandeiras da "família", da "moral" e dos "bons costumes" na Câmara. Para ele, país é "laico, não laicista".

"Nunca pratiquei o ódio. Desafio alguém a procurar na minha ficha o dia em que levantei a mão a alguém, que levantei a voz a alguém."

Dono de um penteado bem característico, Feliciano comentou ainda sua relação com o cabelo. No programa, ele contou que recebeu na escola o apelido "urso do cabelo duro". "Meu cabelo é um trauma de infância. Sofri bullying no colégio porque meu cabelo era muito ruinzinho."

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave