Chuva diminui, mas cidade de São Paulo ainda tem alagamentos

Em toda a cidade, a Companhia de Engenharia de Tráfego(CET) registrava 165 km de congestionamento, o que corresponde a 19% dos 868 km de vias monitoradas

iG Minas Gerais | Folhapress |

A chuva que atingiu a região metropolitana de São Paulo nesta sexta-feira (6) perdeu força no início da noite. Com isso, a cidade saiu do estado de atenção para alagamentos, por volta das 19h, e retornou ao estado de observação (normal).

Apesar disso, ainda havia pontos de alagamento e trânsito complicado no horário. Segundo o Centro de Gerenciamento de Emergência (CGE), da prefeitura, eram oito pontos de alagamento, sendo três intransitáveis.

A chuva começou ainda no início da tarde, na zona leste, e logo se estendeu para toda a capital paulista. Além do estado de atenção que atingiu toda a cidade, a Penha (zona leste) chegou a ficar cerca de uma hora em alerta. O estado de alerta é o mais alto entre as três situações possíveis na escala do CGE.

O trânsito também continuava complicado por volta das 19h. A marginal Tietê tinha 10 km de lentidão na pista expressa, sentido Ayrton Senna, desde a Julio de Mesquita Neto até a ponte do Tatuapé. Já na pista local, havia mais 8,8 km de retenção entre a Julio de Mesquita Neto e a ponte Jânio Quadros.

Na marginal Pinheiros a lentidão se estendia da ponte Cidade Jardim até a Castello Branco, somando 9,3 km de retenção na pista expressa, sentido Castello.

Em toda a cidade, a Companhia de Engenharia de Tráfego(CET) registrava 165 km de congestionamento, o que corresponde a 19% dos 868 km de vias monitoradas. A média do horário é de 26,1%.

Na cidade de Santo André, na Grande São Paulo, houve um deslizamento de terra sobre uma casa, mas não houve vítimas. O acidente aconteceu na rua Cervo do Pantanal, por volta das 18h. Três carros dos bombeiros foram deslocados para o local.

Neste final de semana, as áreas de instabilidade deverão aumentar provocando elevados volumes de chuva, principalmente entre o litoral sul e norte, e região da Grande São Paulo. As temperaturas também devem cair, não superando os 25°C no sábado (7) e 24°C no domingo (8).

De acordo com o CGE, os principais reservatórios de água tiveram registro de chuva, mas apenas a Sabesp informará, neste sábado de manhã, o volume exato de chuva e se de fato isso vai elevar o nível dos sistemas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave