Grupo chega de lancha para explodir caixa eletrônico em São Sebastião

O alvo dos criminosos foi um terminal da Caixa Econômica Federal, localizado num centro de compras no bairro Arrastão, região central da cidade

iG Minas Gerais | Folhapress |

Pelo menos oito homens encapuzados e armados com fuzis, submetralhadoras e pistolas desembarcaram de uma lancha em São Sebastião, no litoral norte paulista, para explodir um caixa eletrônico na madrugada desta sexta-feira (6).

O alvo dos criminosos foi um terminal da Caixa Econômica Federal, localizado num centro de compras no bairro Arrastão, região central da cidade.

De acordo com a Polícia Militar, ao chegar à praia o bando se dividiu. Alguns dos integrantes renderam um caminhoneiro que passava pelo local e o obrigaram a colocar o veículo atravessado na rodovia Rio-Santos, de modo que ninguém conseguisse passar pela área durante a ação.

Eles também renderam o vigia do shopping que abrigava o caixa eletrônico, além de uma pessoa que estava na orla da praia e foi obrigada a deitar de bruços na areia durante o assalto.

Após explodirem o equipamento com a utilização de dinamites, os bandidos fugiram de lancha rumo ao sul de Ilhabela. Na fuga, eles dispararam vários tiros, mas ninguém foi atingido.

O grupo deixou para trás duas barras de ferro, uma banana de dinamite e a quantia de R$ 1.052, em notas de R$ 20, 5 e 2. O banco não informou o montante levado pelos bandidos.

A equipe do Gate (Grupo de Ações Táticas Especiais) da Polícia Militar esteve no local para providenciar a retirada e fazer a detonação do explosivo.

Por se tratar de um equipamento da Caixa Econômica Federal, as investigações seguirão sob responsabilidade da Polícia Federal.

Esse não foi o primeiro crime ocorrido nesses moldes no litoral norte de São Paulo. Os "piratas", que chegam para roubar pelo mar, já explodiram caixas eletrônicos em Ilhabela, cidade vizinha a São Sebastião, em várias ocasiões.

O último registro aconteceu em 2014, quando os assaltantes agiram em dois pontos da cidade. Houve troca de tiros com a polícia, mas eles conseguiram fugir de lancha e ninguém foi preso. Meses antes, uma quadrilha realizou ação semelhante e explodiu outros dois equipamentos em bancos da cidade.

A maior ação de criminosos que chegaram e fugiram pelo mar, em Ilhabela, aconteceu em 2012. Na ocasião, mais de 20 bandidos invadiram a ilha e conseguiram roubar cerca de R$ 220 mil em cinco caixas eletrônicos da cidade. Apenas dois suspeitos foram presos algum tempo depois, mas o caso ainda continua sem solução.

A Polícia Federal diz que não vai divulgar detalhes sobre a apuração do assalto realizado nesta madrugada para não atrapalhar as investigações. Apesar disso, não é descartada a ligação com os crimes anteriores, devido às técnicas utilizadas pelos bandidos e à semelhança nas ações.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave