Casos de dengue aumentam 139% no Brasil

Segundo o ministério, os números preliminares de óbitos, casos graves, além da nova denominação dengue com sinais de alarme caíram 28% e somaram 555 casos

iG Minas Gerais | Agência Brasil |

Maior preocupação da Secretaria Estadual de Saúde é com o combate aos mosquitos  Aedes Aegypti e Aedes albopictus, ambos transmissores do vírus e presentes em mais de 80% dos municípios mineiros
Maior preocupação da Secretaria Estadual de Saúde é com o combate aos mosquitos Aedes Aegypti e Aedes albopictus, ambos transmissores do vírus e presentes em mais de 80% dos municípios mineiros

O ministro da Saúde, Arthur Chioro, informou hoje (6) que, nos dois primeiros meses do ano, houve aumento de 139% nos casos notificados de dengue, comparados aos do mesmo período do ano passado. Foram 174,67 mil registros em janeiro e fevereiro de 2015, ante 73,13 mil no ano passado.

Os números foram divulgados em um evento no qual estavam reunidos mais de 600 gerentes e diretores clínicos responsáveis pelas Unidades Básicas de Saúde do município de São Paulo.

Segundo o ministério, os números preliminares de óbitos, casos graves, além da nova denominação dengue com sinais de alarme caíram 28% e somaram 555 casos. No ano passado, foram 771.

Entre janeiro e fevereiro, a redução foi 17,2% nos casos graves, caindo de 93, em 2014, para 77, em 2015. A queda nas mortes foi 37% (62, em 2014, para 39, nos dois primeiros meses de 2015).

O ministério da Saúde repassou R$ 150 milhões aos estados e municípios para melhorar o combate aos mosquitos transmissores da dengue e do chikungunya. Deste total, R$ 121,8 milhões foram destinados às secretarias municipais de saúde e R$ 28,2 milhões para as secretarias estaduais.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave