Dilma indica ex-chanceler para embaixada nos Estados Unidos

A presidente também indicou os diplomatas Tovar da Silva Nunes para o cargo de embaixador na Índia, Antônio Carlos de Salles Menezes, para a embaixada no Togo e João Alberto Dourado Quintaes, para a embaixada no Mali

iG Minas Gerais | Agência Brasil |

O ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo Machado, fala sobre a situação na Síria
Antonio Cruz/ABr
O ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo Machado, fala sobre a situação na Síria

A presidente Dilma Rousseff encaminhou, hoje (6), ao Senado Federal, a indicação do ex-ministro de Relações Exteriores Luiz Alberto Figueiredo Machado para exercer o cargo de embaixador do Brasil nos Estados Unidos. A mensagem que encaminha o nome de Figueiredo foi publicada hoje (6), no Diário Oficial da União.

Figueiredo assumiu o Ministério de Relações Exteriores em agosto de 2013 e deixou a pasta no início deste ano. Ao fazer a reforma ministerial no final do primeiro mandato, a presidente Dilma Rousseff fez uma troca ao nomear o então embaixador do Brasil nos Estados Unidos Mauro Luiz Iecker Veira para o cargo de ministro de Relações Exteriores e informar que indicaria Figueiredo para a embaixada. Luiz Alberto Figueiredo é diplomata de carreira e foi o negociador-chefe da Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, a Rio+20, em 2012, no Rio de Janeiro.

A presidente também indicou os diplomatas Tovar da Silva Nunes para o cargo de embaixador do Brasil na Índia, Antônio Carlos de Salles Menezes, para a embaixada do Brasil no Togo e João Alberto Dourado Quintaes, para a embaixada do Brasil no Mali. Os indicados serão sabatinados no Senado pela Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional e, caso sejam aprovados, terão seus nomes analisados pelo plenário.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave