Caso Alonso: qual é a verdadeira situação do piloto após acidente?

Imprensa britânica especula que o espanhol da McLaren pode nunca mais voltar a correr

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

A equipe também garante que o piloto poderá retornar às pistas no GP da Malásia, no dia 29 de março
Reprodução/ Facebook McLaren
A equipe também garante que o piloto poderá retornar às pistas no GP da Malásia, no dia 29 de março

Faltando nove dias para o início do campeonato da Fórmula 1, a real situação do piloto espanhol Fernando Alonso ainda continua como um mistério. O bicampeão da categoria teve uma concussão após bater forte nos treinos em Barcelona, no dia 22 de fevereiro, e precisou ficar quatro dias no hospital. Desde que recebeu alta, o espanhol segue em repouso absoluto. Mesmo estando aparentemente bem, há cada dia surgem boatos de que o espanhol não tem condições de voltar às pistas, pelo menos em 2015.

Nessa quinta-feira, o jornal britânico Daily Mirror publicou uma reportagem afirmando que o estado de saúde de Alonso é grave e o piloto pode nunca mais voltar a correr. O jornal teria entrevistado fontes próximas ao espanhol que teriam revelado a informação. A McLaren ainda não se manifestou sobre isso. 

A forte batida que sofreu na cabeça teria o levado a um estágio de amnésia. Após acordar no hospital, Alonso repetiu várias vezes que era um piloto de kart e seu sonho era disputar a Fórmula 1,  e que estava no ano de 1995. A informação foi divulgada pelo jornal espanhol El País, nessa quinta.

Por recomendações médicas, o piloto já está de fora do primeiro GP do ano, no dia 15 de março, na Austrália. Entretanto, a McLaren já confirmou que Alonso vai competir na Malásia, no dia 29 do mesmo mês.

A escuderia ainda garantiu que o espanhol vem realizando exames diariamente e não apresenta nenhuma lesão.

Polêmica do acidente-  Nos testes em Barcelona, Alonso saiu estranhamente da pista e se chocou contra um muro de proteção. A McLaren concluiu que uma forte rajada de vento foi responsável pelo acidente. Entretanto, a comunidade do automobilismo chegou a especular que o espanhol teria desmaiado antes e por isso bateu.

Nesta sexta-feira, o jornal italiano Gazzetta dello Sport divulgou um vídeo que pode reforçar a teoria de que Alonso teria desmaiado antes mesmo da batida. A câmera do carro de Sebastian Vettel da Ferrari, que vinha logo atrás do piloto da McLaren, filmou o carro desgovernado indo em direção ao muro, a 105km/h. 

O chefão da Fórmula 1, Bernnie Ecclestone,  detentor dos direitos comerciais da categoria, reclamou nesta sexta-feira, que a McLaren não quer liberar informações sobre o acidente de Alonso.

“A McLaren não quer discutir nada a respeito do acidente, então não há muito o que possamos fazer. Realmente é um assunto esportivo. É algo de que a FIA deveria cuidar. Fernando está um pouco surpreso por tudo isso ter acontecido com ele. Então talvez seja uma dessas coisas que é necessário investigar,” admitiu Ecclestone à agência de notícias DPA .

Leia tudo sobre: formula 1fernando alonsomclarenfiabernie ecclestoneacidente