Falcão desabafa mais uma vez contra Confederação de Futsal

Astro da modalidade criticou durante a ausência do Brasil na Copa América e voltou a pedir mudanças

iG Minas Gerais | Da redação |

Instagram/Reprodução
"O que importa na foto é o verde e amarelo", escreveu o ala brasileiro

Maior nome da modalidade no Brasil, o astro Falcão parecia ter feito as pazes com a Confederação Brasileira de Futsal (CBFS) quando aceitou defender a seleção no Grand Prix, no fim do ano passado. No entanto, o jogador voltou a mostrar irritação quando a gestão da organização e detonou a entidade no Instagram.

“Estamos mais uma vez passando por um momento complicado com a nossa CBFS !! Temos que lutar pelo ESPORTE, e não por EGO particular , ou motivos pessoais ... O futsal que sempre foi uma potência em patrocínio , hoje vem convivendo com a desconfiança das empresas , perdendo seus patrocínios e alguns ( a pedido e atletas) , segurando , esperando uma definição !!”, disparou o atleta.

O motivo das reclamações desta vez foi o cancelamento da participação do Brasil na Copa América, vencedor de nove das edições do torneio. Indignado, ele pede mais uma vez mudanças na presidência, a começar pela saída de Renan Tavares. Uma eleição será realizada em março.

“Qual seria essa DEFINIÇÃO ??? DEMOCRACIA - Abrir uma eleição justa, visando o benefício do FUTSAL !! As brigas e EGOS vem atrapalhando o andamento da modalidade , chegando até ao CANCELAMENTO da Copa América , que seria agora em Março ... Vale lembrar que o MUNDIAL é no ano que vem... Temos uma oposição lutando para essa mudança (concordo) , porém , essa oposição , o possível "presidente" , também está a mais de 30 anos, como presidente de sua Federação (não concordo), pensando, ou achando que vai cair no colo... NÃO VAI !! Queremos uma eleição urgente, democrática , e com muitas ideias NOVAS , pois a COPA DO MUNDO está aí, e já não se ganha mais sem planejamento...!! Que tudo seja feito em PRÓ do ESPORTE”, completou.

Falcão já havia anunciado sua aposentadoria da CBFS no início de 2014 em outro desabafo contra a entidade.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave