Burocracia tirou Jogo das Estrelas do NBB de Belo Horizonte

Capital mineira era a favorita dos organizadores, mas demora na reposta impediu acerto com a Liga Nacional de Basquete

iG Minas Gerais | Josias Pereira |

Jogo das Estrelas deve vir a Belo Horizonte nos próximos anos
Luiz Pires/LNB
Jogo das Estrelas deve vir a Belo Horizonte nos próximos anos

Franca, São Paulo. Antes de Franca ser definida como a cidade-sede do Jogo das Estrelas 2015, a Liga Nacional de Basquete buscou maneiras de levar o duelo festivo para Belo Horizonte. Por se tratar de um grande centro do país, a capital mineira era a preferida dos organizadores, mas questões burocráticas impediram que o evento fosse realizado no município. Quem revelou isto foi o próprio presidente da LNB, Cássio Roque, em entrevista à reportagem de O TEMPO.

"Todos nós gostaríamos que esta partida fosse em Belo Horizonte, o que faltou foi tempo de negociação. Por se tratar de órgão público sempre tem uma burocracia a mais, e a gente tinha o nosso tempo de organização do evento. Como aconteceu uma certa demora na resposta e Franca já recebeu duas edições do Jogo das Estrelas, a cidade se prontificou e ficou muito mais fácil de se estruturar este jogo aqui", declarou o dirigente.

Apesar da primeira tentativa frustrada, o dirigente promete que tentará levar o duelo novamente para Belo Horizonte.

"Para o ano que vem, nos próximos anos, Belo Horizonte é um lugar que seria excepcional fazer o Jogo das Estrelas", diz Cássio, estabelecendo até mesmo o palco para o confronto entre os melhores do basquete brasileiro.

"Seria no Minas, um ginásio maravilhoso, um ginásio lindo, moderno e eu acho que é uma cidade que tem muita tradição de basquete, às vezes não tem aquele público durante os jogos por tratar-se de um clube poliesportivo. Nós temos outros exemplos na liga que ocorre isto também, não é exclusividade apenas de Belo Horizonte, mas o Jogo das Estrelas poderia servir até para isto, para despertar mais interesse no público infantil, juvenil. Acho que é um lugar para nós pensarmos e tentar levar sim", concluiu.

Leia tudo sobre: basquetejogos das estrelasnbbbelo horizonte