Organizadas prometem paz

Ação foi proposta nesta quinta à PM, que apoia, mas cobra que a medida não fique só no discurso

iG Minas Gerais | Lohanna lima |

Tensão. Mesmo com vigilância da Polícia Militar e de seguranças privados, encontros entre torcidas de Cruzeiro e Atlético geralmente são marcados por provocações e atos de violência
JOAO GODINHO/ O TEMPO
Tensão. Mesmo com vigilância da Polícia Militar e de seguranças privados, encontros entre torcidas de Cruzeiro e Atlético geralmente são marcados por provocações e atos de violência

Torcidas organizadas de Cruzeiro e Atlético decidiram deixar para trás o histórico de brigas e incitação à violência. Nesta quinta, em reunião no Batalhão de Choque da Polícia Militar, dirigentes de torcidas apresentaram um modelo de camisa que será utilizada por seus integrantes no Mineirão durante o clássico de domingo. Com a frase “Clássico no gramado, festa na arquibancada”, a camiseta é uma ação de promoção de paz entre os rivais.  

O tenente-coronel Gianfranco Caiafa, que assumiu recentemente o comando do Batalhão de Choque, elogiou a iniciativa, mas ressaltou a importância de a ação ser colocada em prática, e não ficar apenas no discurso dos líderes das organizadas. “Os representantes das torcidas nos procuraram para apresentar a proposta. Falei com eles sobre a importância do bom comportamento durante o clássico para a segurança de todos que querem participar do espetáculo”, explicou.

Algumas torcidas de Cruzeiro e Atlético estão proibidas de ir a campo com seus uniformes. Nas camisas com a mensagem de paz, o único logotipo utilizado será o da Associação Nacional das Torcidas Organizadas.

O tenente-coronel garantiu ainda que algumas mudanças em relação às medidas de segurança podem ser revistas, caso as torcidas passem a demonstrar que podem ser confiáveis. “É um processo que levará tempo. Estamos nos despindo de qualquer preconceito e partindo para a prática. Se provarem que merecem confiança, podemos rever algumas medidas, como a proibição de bandeiras com mastros, entre outras”, concluiu.

Esquema de segurança. Para o clássico deste fim de semana, a Polícia Militar utilizará o mesmo modelo de segurança adotado nos jogos de Cruzeiro e Atlético na final da Copa do Brasil no ano passado.

Os torcedores do Galo – visitantes na partida de domingo –, ficarão concentrados no Mineirinho e serão escoltados até o Mineirão pela PM, como detalha o comandante do Batalhão de Eventos, coronel Ricardo Machado. “A PM, por meio da equipe de planejamento da Copa Brasil, chegou à conclusão que esse foi o método mais eficiente utilizado em clássicos. Entendemos que é perfeitamente possível repetir no jogo deste domingo. O acesso dos atleticanos será apenas pelo Mineirinho. Eles entrarão pelo portão A e subirão ao setor roxo, que está reservado a eles”, explicou Machado.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave