Após briga, Cunha aparece de surpresa

O presidente da Câmara entrou no plenário da comissão quando os ânimos estavam menos exaltados

iG Minas Gerais |


Com nome na lista de investigados, Cunha disse que quer se explica
r
LAYCER TOMAZ
Com nome na lista de investigados, Cunha disse que quer se explica r

Brasília. No momento em que o presidente da CPI da Petrobras, Hugo Motta (PMDB-PB), anunciava a indicação da multinacional Kroll para investigar crimes de lavagem de dinheiro e evasão de divisas, os membros da comissão foram surpreendidos com a chegada do presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Cunha disse que foi à comissão em virtude das informações de que seu nome estaria na lista dos envolvidos na operação Lava Jato. “Este parlamentar faz questão e está à disposição para prestar esclarecimentos à CPI”, disse o presidente, lembrando que sempre apoiou publicamente a criação da comissão. “CPI é o foro em que será debatido de verdade tudo o que está acontecendo”.

O presidente da Câmara entrou no plenário da comissão quando os ânimos estavam menos exaltados. A Kroll é uma das maiores empresas de auditoria e investigação mundial, que já atuou em casos como o processo de impeachment do ex-presidente Fernando Collor, para colaborar com a CPI.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave