Lindbergh e Jucá estão na lista

O nome do senador peemedebista também apareceu em depoimentos de Paulo Roberto Costa

iG Minas Gerais |

Brasília. O senador Lindbergh Farias (PT-RJ) e peemedebista Romero Jucá (RR), também do Senado, são os mais novos nomes na lista dos políticos que serão investigados pelo Supremo Tribunal Federal (STF) por envolvimento no esquema de corrupção da Petrobras.

Em depoimento de delação premiada, o ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa disse que trabalhou para o petista na eleição ao governo do Rio de Janeiro no ano passado como arrecadador de recursos de empreiteiras para financiar a campanha.

Nesta quinta, o petista negou a acusação. “Não fui informado, espero não estar nessa lista. Não tem nada que exista sobre corrupção envolvido comigo”, afirmou.

O nome do senador peemedebista também apareceu em depoimentos de Paulo Roberto Costa. No Congresso, Jucá já foi líder dos governos de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e de Dilma Rousseff (PT). O senador é uma das principais lideranças do PMDB e a inclusão de seu nome na relação de investigados aumenta ainda mais a crise de relacionamento entre o maior partido da base aliada e o governo.

Segundo fontes do Judiciário, o senador Fernando Collor (PTB-AL) teria o maior número de indícios contra si, inclusive com dinheiro do esquema depositado em sua conta corrente. Collor tem influência política na BR Distribuidora, subsidiária da Petrobras.

Conforme investigadores, o nome do ex-ministro Antonio Palocci não consta dos pedidos de abertura de inquérito e arquivamento enviados ao STF.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave