Ministro diz ter 'absoluta convicção' de que Congresso aprovará ajuste

Na última terça-feira, o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), devolveu ao Planalto medida provisória que revisa as regras de desoneração da folha de pagamento de diversos setores

iG Minas Gerais | Folhapress |

Valter Campanato/ABr
undefined

O ministro Carlos Gabas (Previdência) minimizou, nesta quinta-feira (5), as dificuldades enfrentadas pelo Executivo para obter a aprovação de medidas de ajuste fiscal no Congresso Nacional. Ele disse que o aval é importante "para o país voltar a crescer".

Na última terça-feira, o presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), devolveu ao Planalto medida provisória que revisa as regras de desoneração da folha de pagamento de diversos setores. Na ocasião, ele lamentou não ter tido a chance de devolver MP que alterou as regras de acesso a benefícios trabalhistas e previdenciários -o texto foi enviado durante recesso parlamentar.

"O Congresso Nacional tem toda a responsabilidade do mundo, sabe que é necessário, que é bom para o país [o ajuste fiscal]. Tenho absoluta convicção de que o Congresso tomará as medidas necessárias propostas pelo governo", afirmou o ministro após agenda no Palácio do Planalto.

Gabas acredita que os congressistas vão ajudar a "solucionar o problema de uma dificuldade fiscal" no Brasil.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave