Coreia do Norte prende pastor do Canadá

O pastor Hyeon Soo Lim, de 60 anos, entrou na Coreia do Norte cruzando a fronteira com a China no dia 31 de janeiro e desde então a família desconhecia seu paradeiro

iG Minas Gerais | AFP |

O governo da Coreia do Norte confirmou ao Canadá que deteve um pastor da igreja presbiteriana de Toronto, informou nesta quinta-feira a família do religioso.

O pastor Hyeon Soo Lim, de 60 anos, entrou na Coreia do Norte cruzando a fronteira com a China no dia 31 de janeiro e desde então a família desconhecia seu paradeiro.

"A família Lin recebeu uma nota das autoridades canadenses indicando que a República Popular de Coreia do Norte confirmou a detenção de Hyeon Soo Lim", segundo Lisa Park, porta-voz da família e da igreja presbiteriana a que pertence.

O ministério das Relações Exteriores declarou "estar ciente de que um cidadão canadense está detido na Coreia do Norte".

Entretanto, a porta-voz do ministério, Erica Meekes, disse que "como não há representação oficial do governo canadense no país", a capacidade de ação de Ottawa "é extremamente limitada".

Com mais de cem viagens à Corea do Norte, o pastor canadense estava habituado a entrar no país, onde participava de projetos humanitários, especialmente no âmbito da alimentação.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave