Vereadores aprovam projeto de lei que proíbe "trotes" Viçosa

Projeto foi aprovado em primeiro turno; ação conhecida como "trote solidário" ainda será permitida

iG Minas Gerais | Da redação |

Os vereadores de Viçosa, na Zona da Mata, aprovaram em 1º turno o projeto de lei 002/2015, que proíbe a realização de "trotes" universitários nas vias públicas do município. Se sancionada, quem descumprir a Lei estará sujeito à multa de aproximadamente R$ 600, aplicável aos autores, co-autores e cúmplices. O projeto é de autoria dos vereadores Luis Eduardo Salgado (PDT), Alexandre Valente (PSD) e Sávio José (PT).

De acordo com o texto do projeto, fica proibida a aplicação de "trote" nos alunos de qualquer estabelecimento de ensino em lugares públicos de Viçosa. São consideradas "trote" ações como acometer a integridade física, moral e psicológica dos estudantes, obrigar estudantes a consumir bebida alcoólica ou qualquer outra substância, incitar a prática de mendicância ou qualquer outro ato que submeta os estudantes a situações constrangedoras.

A ação conhecida como "trote solidário", que tem como objetivo beneficiar entidades assistenciais, está permitida.

 

Leia tudo sobre: viçosatroteprojeto de leivereadores