Minas mostra preocupação com falta de experiência em momento decisivo

Equipe de Belo Horizonte tenta encarar confronto das quartas de final contra Brasil Kirin como um jogo normal, para aliviar pressão no jovem elenco

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Regularidade do Minas será testada em momento de decisão nas quartas de final
ALEXANDRE ARRUDA - CBV
Regularidade do Minas será testada em momento de decisão nas quartas de final

Minas Tênis Clube e Vôlei Brasil Kirin-SP farão, na teoria, o confronto mais equilibrado das quartas de final da Superliga masculina. Em um jogo tão parelho, fatores extra-quadra têm uma maior chance de fazer a diferença, contra ou a favor. Desta forma, a preparação até a segunda-feira, dia do jogo de abertura da série, em Belo Horizonte, precisa ser muito bem feita e precisa levar em conta alguns quesitos como parte física e emocional.

Ter vivenciado um momento de decisão também é outro aspecto que pode ajudar quem já esteve em situação parecida. Neste sentido, o time de Campinas leva a melhor e espera que isso pode lhe ajudar em um momento não muito favorável. O técnico Alexandre Stanzioni não irá contar algumas de suas principais peças, como os opostos Wallace e Michael (central de origem, mas que foi contratado para atuar na saída de rede), além do líbero Alan, da seleção brasileira. O ponta João Paulo Bravo ainda retoma a melhor condição física e não deve atuar durante todo o jogo.

"Eles têm uma garotada muito boa e não podemos negar que chegam em melhor fase. A equipe deles consegue jogar do início ao fim com os mesmo jogadores, enquanto nós ainda precisamos lidar com algumas dificuldades físicas. Contamos com a experiência do grupo para reverter essa situação", aponta Stanzioni. 

Jogadores de longa trajetória dentro e fora do Brasil, como o levantador Sandro, os pontas João Paulo Bravo e João Paulo Tavares, do central Vini, que está atuando como oposto, são alguns dos trunfos campineiros para levar a melhor quando o jogo pedir maturidade.

Do outro lado, Nery Tambeiro, técnico do Minas, reconhece que sua equipe vive o melhor momento dentro da competição. Apesar disso, a hora é de encarar a decisão como um jogo a mais, nada além disso.

"Não nego que a inexperiência preocupa. Poucos dos nossos titulares já atuaram em quartas de final de Superliga. Estamos trabalhando com eles para que a rotina não se altere, para que eles encarem como uma partida normal. Apesar de ter um peso de decisão, não podemos jogar essa pressão para o grupo e valorizar demais o duelo. Não sabemos como eles podem reagir, já que temos um grupo jovem", comenta Tambeiro.

Jogadores de relevância do elenco, como o oposto Escobar, maior pontuador da Superliga, terão a primeira oportunidade de jogar um mata-mata de Superliga. "Agora é um momento de decisão e estamos preparados. É a hora que todos esperamos que chegue logo. Temos que entrar concentrados para passar por cima", completa o cubano.  Jogadores do Minas que atuarão em play-offs pela primeira vez: Escobar (oposto)

Pétrus (central)

Felipe (levantador)

João Rafael (ponta) William (ponta)

Thiago (ponta) Canuto (ponta) Flávio (central)

Jogadores do Minas com experiência em play-offs

Otávio (central)

Samuel (ponta)

Everaldo (levantador)

Lucianinho (líbero) Franco (oposto)