Tumulto entre deputados na abertura dos trabalhos na CPI da Petrobras

Parlamentares discutem aos gritos no primeiro dia da Comissão e protestam contra nomeações do presidente Hugo Motta

iG Minas Gerais | Com Agência Brasil |

O início dos trabalhos na CPI da Petrobras foi marcado por tumulto, nesta quinta-feira (5),  entre os deputados e o presidente da sessão Hugo Motta (PMDB-PB). Os parlamentares alegam que aqueles que receberam o dinheiro das empreiteiras envolvidas na Lava Jato não podem participar da Comissão. 

O bate boca na Câmara dos Deputados iniciou após a criação das quatro sub-relatorias, comandadas pelo partidos: PSDB, PP, PSC e PR.

“Criaremos quatro subrelatorias e designaremos no dia de hoje seus membros. É uma designação nossa, designaremos os subrelatores na manhã de hoje”, explicou o peemedebista após questionamento do vice-líder do PT, Afonso Florence (BA) sobre a iniciativa.

A medida, anunciada durante reunião da comissão para escolha dos vice-presidentes e definição do roteiro de trabalho, diminui o papel do relator, que é o petista Luiz Sérgio (RJ), na definição dos rumos da investigação. Mota não esperou a apresentação do roteiro de trabalho da comissão pelo relator. Florence havia questionado a criação das sub-relatorias que, interferirá na “prerrogativa do relator de conduzir a investigação e a relatoria”. Mota respondeu que a criação da sub-relatoria e designação dos membros são prerrogativas do presidente. “Respeitamos o acordo para indicar o relator, mas também não vamos deixar de agir naquilo que também é prerrogativa do presidente”, respondeu.

A criação de sub-relatorias tem sido apontada como um expediente da oposição para minimizzar a atuação do PT na CPI. No primeiro dia para recebimento de requerimentos, partidos da oposição protocolaram diversos pedidos de criação de sub-relatorias. Até o momento, a CPI – que foi instalada na semana passada para investigar irregularidades cometidas na estatal, envolvendo esquemas de corrupção e desvio de dinheiro público – conta com 334 requerimentos na pauta.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave