Paulista morre em prática de voo livre em Carmo do Rio Claro

Segundo a PM, a região é muito utilizada para a prática do esporte; em 2012, um estrangeiro morreu no mesmo local, durante um campeonato

iG Minas Gerais | Fernanda Viegas |

ORGANIZAÇÃO SUPER RACE BRASIL 2012
undefined

Um profissional de voo livre, de 35 anos, caiu de uma altura de cerca de 80 metros, na Serra da Tormenta, em Carmo do Rio Claro, no Sul de Minas Gerais, e morreu, nessa quarta-feira (4).

Uma testemunha contou à Polícia Militar (PM) que Gilberto Otacílio da Silva, natural de São Paulo, estava na companhia de amigos, realizando voos de parapente. Em um dado momento, ele saltou para o voo e atingiu a altura de cerca de 60 metros, quando o equipamento deu alguma pane e ele caiu em uma ribanceira de cerca de 20 metros de ladeira, em cima de algumas pedras.

Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local e socorreu Silva com vida para o Hospital São Vicente de Paulo, onde não resistiu aos ferimentos e morreu.

Segundo a PM, a região é muito utilizada para a prática de voos livres. Em 2012, um australiano, de 44 anos, morreu no mesmo local, durante o Campeonato Brasileiro de Voo Livre - Super Race Brasil. Ele caiu após decolar.

Leia tudo sobre: voo livreparapentepaulista