Candidatos a novo carrasco

Sem Tardelli, quarteto ofensivo do Galo terá oportunidade de assumir papel de destaque no clássico

iG Minas Gerais | Diego Costa / Fernando Almeida |

Luan já balançou a rede da Raposa e sempre mostra muita vontade
JOÃO GODINHO
Luan já balançou a rede da Raposa e sempre mostra muita vontade

A missão de substituir o atacante Diego Tardelli, ídolo da torcida alvinegra, ganhará mais um capítulo no próximo domingo. Será dia de clássico, e enfrentar a Raposa era sempre um momento marcante na vida de DT9, que tem vários gols decisivos no embate com o rival. Sem ele, resta saber quem pode assumir a vaga de algoz e ser o goleador atleticano contra o time estrelado. Quatro elementos do ataque do Galo aparecem na lista: Carlos, Dátolo, Luan e o argentino Lucas Pratto.

Muito mais do que ocupar a lacuna deixada por Tardelli, que foi para o futebol chinês, o torcedor atleticano quer mais um responsável por manter o grande retrospecto obtido pelo Galo na temporada passada, quando o time saiu vitorioso em quatro das sete partidas contra o Cruzeiro, com outros três empates. Dos candidatos apontados anteriormente, três já disputaram o maior clássico do futebol mineiro. E guardam boas lembranças dos duelos. Dátolo, Luan e Carlos chegaram a balançar as redes diante do arquirrival e colecionam importantes vitórias e títulos sobre o clube celeste. O novato da história é justamente um dos mais badalados para assumir tal posto. Lucas Pratto chegou cotado a ser a nova referência do ataque do time de Levir Culpi. Começou bem, com gols, mas teve uma lesão na coxa direita, que o tirou das últimas partidas do Galo pela Libertadores e pelo Campeonato Mineiro. O jogo do próximo domingo, no Mineirão, pode marcar o primeiro clássico mineiro da carreira dele. O argentino Dátolo rechaçou qualquer responsabilidade maior dele no domingo e destacou a força do elenco para a partida. “Espero que os 11 vão bem no clássico. Temos de ir todos bem, o time inteiro ligado. Tomara que o grupo seja o protagonista do clássico, e não só um jogador”, destacou. Mais candidatos. Ao se considerar o desempenho alvinegro do ano passado, os carrascos do Cruzeiro não se restringem somente à linha de frente. Na defesa e meio-campo, há personagens que também costumam regular na briga entre Galo e Raposa. Quem entende muito bem do assunto é o volante Leandro Donizete. E o jogador dá a receita para o time vencer e para quem quer se destacar. “Capacidade, inteligência e gols. São detalhes. Vontade e marcação, são esses os fatores essenciais num clássico”, completou.

Libertadores Ontem. O Colo-Colo-CHI derrotou o Atlas-MEX por 2 a 0, no Chile. O Santa Fé-COL lidera o grupo 1, com seis pontos em dois jogos. O Colo-Colo tem seis pontos em três partidas. O Atlas somou três pontos em três duelos. Já o Galo é o lanterna, sem pontos em dois jogos.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave