Janot recomenda arquivamento de investigação contra Aécio Neves

Procurador-geral da República também pediu arquivamento de pedido de inquérito contra Henrique Alves, também citado em delações premiadas nas investigações

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Cinco das 11 chapas à Presidência são alvo de impugnação, entre elas a de Aécio
Divulgação
Cinco das 11 chapas à Presidência são alvo de impugnação, entre elas a de Aécio

A Procuradoria-Geral da República rejeitou o pedido de abertura de inquérito contra o senador Aécio Neves (PSDB-MG). A decisão aconteceu após o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, recomendar o arquivamento do caso. As informações são do jornal "Folha de S.Paulo".

O pedido de abertura chegou a ser feito pelos procuradores do caso que investigam as citações nas delações premiadas da operação Lava Jato. Segundo a "Folha", o despacho com o arquivamento do inquérito ainda não foi publicado na íntegra.

Durante as investigações da Lava Jato, Aécio Neves foi citado por uma das construtoras como um dos alvos de pressões por parte de empresários.

Além do senador mineiro, Janot também recomendou o arquivamento do pedido de inquérito sobre Henrique Eduardo Alves, ex-presidente da Câmara dos Deputados. Com isso, ele poderá assumir o comando da pasta de Turismo sem obstáculos. 

Leia tudo sobre: aécio neveslava jatolavajatoprocuradorjanot