Plataforma de audiolivros para Android e iOS chega ao mercado

Aplicativo funciona ao mesmo tempo como uma livraria e uma biblioteca no celular; nele é possível visualizar acervo do com clássicos da literatura e títulos exclusivos

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Acervo do Tocalivros conta com clássicos da literatura e títulos exclusivos
Reprodução/TocaLivros
Acervo do Tocalivros conta com clássicos da literatura e títulos exclusivos

Imagine apreciar um bom livro enquanto está dirigindo ou caminhando. Pode parecer estranho, mas já é possível com o TocaLivros, primeira plataforma de audiolivros do Brasil para Android e iOS. Desenvolvida por três empreendedores, o aplicativo pretende atingir até o próximo ano a marca de 2.500 títulos e 200 mil usuários. O serviço ajuda a solucionar um dos principais problemas apontados pelos brasileiros: a falta de tempo para ler. De acordo com a pesquisa “Retratos da Leitura”, divulgada pelo Instituto Pró-Livro e Ibope Inteligência, esse motivo foi citado por 50% dos entrevistados como uma barreira para ler mais. A média de livros lidos por pessoa é de apenas 4 por ano, enquanto nos Estados Unidos chega a 11 e na França, 7. “O Tocalivros democratiza o acesso à cultura. Além de ser mais barato que um livro comum, o audiolivro ajuda quem não tem tempo para se dedicar à leitura. O usuário pode ouvir seus livros prediletos em qualquer lugar e hora via aplicativo”, ressalta Ricardo Camps, sócio da TocaLivros. O aplicativo funciona ao mesmo tempo como uma livraria e uma biblioteca no celular. Nele é possível visualizar todas as obras disponíveis para venda e ouvir gratuitamente até 10% dos arquivos.   Tanto o autor quanto a editora são remunerados por cada cópia vendida. A produção dos audiolivros é feita pela própria TocaLivros, sem nenhum custo para as editoras. O catálogo atualmente conta com mais de 100 títulos, entre eles clássicos da literatura, biografias, cursos, radionovelas e contos infantis. A meta da empresa é atingir uma produção mensal de 20 audiolivros por mês Fundada por Guilherme Moreira Porto, Marcelo e Ricardo Camps, o TocaLivros recebeu um aporte inicial de R$ 800 mil de investidores para o lançamento da plataforma. Não há dados oficiais sobre o mercado de audiolivros no Brasil, mas nos Estados Unidos estima-se que a indústria movimente R$ 1,2 bilhão. Segundo o levantamento mais recente da Audio Publishers Association, 6 milhões a mais de livros falados foram vendidos de 2011 para 2012.

Leia tudo sobre: PlataformaaudiolivrosAndroidiOS