Piqué leva multa de mais de 10 mil euros por discutir com policiais

O ministério público espanhol tinha pedido uma multa de 900 euros, mas a juíza, levando em conta o alto salário do jogador, decidiu aumentá-la para 10.500 euros

iG Minas Gerais | AFP |

Site oficial/Divulgação
undefined

O zagueiro Gerard Piqué, do Barcelona, foi condenado a pagar uma multa de 10.500 euros por causa de uma discussão com dois policiais que sancionaram seu irmão por estar estacionado num lugar proibido, confirmou nesta quarta-feira uma fonte judicial.

O ministério público tinha pedido uma multa de 900 euros, mas a juíza, levando em conta o alto salário do jogador, decidiu aumentá-la em 10.500 euros, por delito de ofensa a autoridades, de acordo com a sentença divulgada pelo tribunal superior de justiça da Catalunha.

"Um valor inferior teria um caráter meramente simbólico", justificou a juíza.

Os fatos ocorreram no dia 13 de outubro do ano passado, quando o marido da cantora colombiana Shakira era passageiro de um carro "indevidamente estacionado" numa rua de Barcelona.

De acordo com a imprensa espanhola, o motorista do veículo era o irmão do zagueiro. Quando os policiais chegaram, "Gérard Piqué desceu do veículo, e pediu para que a multa não seja aplicada, alegando que iria permanecer apenas cinco minutos para tirar fotos com os fãs", relatou a juíza.

Diante da recusa, Piqué "repreendeu em tom agressivo e depreciativo" um dos policiais, "rasgando o boletim de ocorrência, antes de lança-lo aos pés do agente".

De acordo com a denúncia, o jogador recriminou os agentes da polícia municipal ao alegar que estava sendo multado por ser famoso, e porque tinham inveja dele, afirmando inclusive que tinha "vergonha dos guardas urbanos".

O atleta, que não compareceu ao tribunal, já havia pedido desculpas pela sua atitude nas redes sociais.

Leia tudo sobre: gerard piquemultabrigapoliciaisespanhajulgamentobarcelona