Disco 'Simbö' mistura música eletrônica com sons indígenas

União singular de mineiro e costarriquenho que não se conhecem pessoalmente moderniza sons dos povos ancestrais da América Central

iG Minas Gerais | Felipe Pedrosa |

João Carvalho (foto) e Johnny Gutierrez misturam sons indígenas e música eletrônica
Thiago Santos/Divulgação
João Carvalho (foto) e Johnny Gutierrez misturam sons indígenas e música eletrônica
A música de povos ancestrais indígenas da Costa Rica, país da América Central, se mistura às batidas eletrônicas atuais. A mescla desses sons é tão homogênea que, entre uma e outra faixa, é difícil acreditar que não tenham surgido em conúbio. Essa é a sensação que o disco "Simbö" (Supololo), fruto da parceria entre o belo-horizontino João Carvalho, do Sentidor, e o costarriquenho Johnny Gutierrez, do Nilo, transmite. O CD foi lançado nesta semana na internet.   "Quisemos unir o passado com o futuro", comenta Carvalho, explicando que a ideia do disco é "acrescentar ritmos eletrônicos aos indígenas". O resultado dessa miscelânia é um som irreverente, que une duas realidades distintas. A singularidade do disco, talvez, seja explicada pela realidade dos músicos: Carvalho e Gutierrez não se conhecem pessoalmente. "O máximo de contato que tive com o Johnny foi através do Skype", comenta Carvalho, aos risos.   A situação, portanto, fez com que o álbum ficasse ainda mais experimental. "A gravação foi imprevisível. O Johnny produzia algumas coisas e me mandava para que escutasse – e vice-versa", explica Carvalho, comentando que, para a produção, utilizaram os recursos oferecidos pelo SoundCloud, Skype, DropBox e Facebook. Eles se conheceram, inclusive, por meio da primeira rede social.   Além do instrumental, algumas das nove faixas do disco recebem as vozes de Carvalho e de Unchi, um músico de música indígena da Costa Rica. "El Lamento del Chaman" é uma dessas canções, que propõe a reflexão sobre como o progresso tem avançado sobre a cultura local.   OUÇA O DISCO 'SIBÖ'

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave