Farmacêutico é preso ao se passar por médico e quase fazer inseminação

Suspeito foi detido pela PM durante consulta marcada pela vítima para fazer a retirada dos óvulos

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Clínica onde o falso médico atendia fica na rua Rio Grande do Norte, esquina com avenida Alfredo Balena
Reprodução / Google Street View
Clínica onde o falso médico atendia fica na rua Rio Grande do Norte, esquina com avenida Alfredo Balena

Um farmacêutico foi preso nesta quarta-feira (4) após se passar por médico e quase fazer um procedimento de inseminação artificial em uma mulher que procurou uma clínica em plena região hospitalar, no bairro Santa Efigênia, na região Leste de Belo Horizonte.

O cabo Eduardo Alves, da 3ª Companhia do 1º Batalhão da Polícia Militar (PM), conta que a vítima os procurou após descobrir que o médico a quem havia pagado R$7 mil para fazer o procedimento na verdade não tinha a formação. "Ela fez o pagamento inicial, mas após algum tempo começou a desconfiar e, pouco antes de fazer a coleta dos óvulos, ela resolveu pesquisar o CRM passado por ele. Foi então que ela descobriu que na verdade ele era um farmacêutico", contou.

A clínica fica na rua Rio Grande do Norte, quase na esquina com a avenida Professor Alfredo Balena. "Nesta quarta ela marcou uma nova consulta e assim que entrou falou que ficou sabendo que ele não era médico e que queria o dinheiro de volta. Ele devolveu imediatamente e ainda ofereceu R$ 30 mil para ela não o denunciar", explicou o militar.

Em seguida, a vítima saiu do consultório e os policiais abordaram o suspeito, que tem cerca de 60 anos. "Foi então que ele ofereceu outros R$ 30 mil, tentando subornar também o policial. Ele foi preso em flagrante e será encaminhado para a delegacia, juntamente com a vítima", finalizou o cabo Eduardo.

De acordo com o policial, a clínica conta com diversos outros médicos de inúmeras especialidades, mas apenas o senhor preso foi alvo de denúncia.