Kerry diz que acordo com o Irã deve passar por crivo internacional

Netanyahu, convidado por senadores republicanos, pronunciou um discurso no Congresso americano para alertar sobre o perigo de ser muito indulgentes com a república islâmica

iG Minas Gerais | AFP |

AP Photo/Jacquelyn Martin, Pool
undefined

Qualquer acordo com o Irã sobre seu programa nuclear deve ser examinado e aprovado pela comunidade internacional, advertiu nesta quarta-feira em Montreux (Suíça) o secretário de Estado americano, John Kerry, após uma reunião com o chanceler iraniano, Mohamed Javad Zarif.

"O objetivo não é alcançar qualquer acordo, é obter um bom acordo, capaz de superar uma análise da comunidade internacional", disse Kerry após três dias de negociações com o Irã.

"Desde o início estas negociações têm sido difíceis e intensas, e continuam sendo", completou Kerry, um dia depois do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, criticar as negociações com Teerã.

Netanyahu, convidado por senadores republicanos, pronunciou um discurso no Congresso americano para alertar sobre o perigo de ser muito indulgentes com a república islâmica.

"Um acordo com o Irã não impedirá que o país produza bombas atômicas", declarou o primeiro-ministro israelense. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave