Calheiros e Cunha acreditam em envolvimento do governo,diz jornalista

A expectativa é que, nos próximos dias, as petições se tornem públicas e poderá ser conhecido quem e por quais crimes estão sendo investigados

iG Minas Gerais | da redação |

Renan Calheiros e Eduardo Cunha acreditasse que tiveram seus nomes incluídos na lista de políticos envolvidos com a Operação Lava-Jato, acreditam que o objetivo é enfraquecer o Congresso neste momento de crise no país.

Segundo informações de Merval Pereira da "CBN", os presidentes da Câmara e do senado estão seguros que essa acusação foi feita pelo governo federal, com ajuda do ministro da Justiça, José, Eduardo Cardozo, com o objetivo de incriminá-los.

Rodrigo Janot denunciou ao todo 54 pessoas que estão envolvidas nas investigações. A expectativa é que, nos próximos dias, as petições se tornem públicas e poderá ser conhecido quem e por quais crimes estão sendo investigados.