Eduardo Cunha teme por investigações de natureza política

Cunha e Calheiros foram informados que seus nomes estão envolvidos na lista de políticos envolvidos na Operação Lava-Jato

iG Minas Gerais | da redação |

undefined

Após o senador Renan Calheiros (PMDB-AL) ter anunciado que iria devolver ao Executivo a Medida Provisória 669/2015 que trata da desoneração da folha de pagamento das empresas, na última terla-feira (3). A medida foi devolvida por ser considerada inconstitucional por Calheiros. Eduardo Cunha (PMDB-RJ) se mostrou preocupado com que as investigações não atendam a interesses políticos.

Segundo informações do portal "Estadão", O presidente da Câmara disse que a decisão do presidente do Legislativo foi uma declaração de guerra ao Executivo. Entretanto ele evitou tecer críticas ao presidente do Senado, afirmando que ele deve ter tido seus motivos para assumir tal posição.

Cunha e Calheiros foram informados que seus nomes estão envolvidos na lista de políticos envolvidos na Operação Lava-Jato que o Procurador-Geral da República Rodrigo Janot enviou ao Supremo Tribunal Federal.

Eduardo afirmou que tudo deve ser investigado como foi proposto, mas que esta apuração não pode ter natureza política.

Leia tudo sobre: lava jatolavajatoRodrigo Janoteduardo CunhaRenan Calheiros