Clássico vale a reabilitação

Alvinegro espera vitória sobre o Cruzeiro para pôr fim à instabilidade na temporada

iG Minas Gerais | Diego Costa |

Motivação. 
Para o lateral Douglas Santos, um bom resultado no clássico servirá de inspiração para o time deslanchar na Libertadores
JOAO GODINHO / O TEMPO
Motivação. Para o lateral Douglas Santos, um bom resultado no clássico servirá de inspiração para o time deslanchar na Libertadores

Que peso teria bater o arquirrival e manter uma invencibilidade que já é ostentada desde 2013? Para um time como o Atlético, poderia ser o combustível para deslanchar, sobretudo de olho na reabilitação na Copa Libertadores. E não seria a primeira vez que um triunfo diante da Raposa mudaria os rumos da história alvinegra. Recentemente, algumas vitórias sobre o Cruzeiro ganham destaque no roteiro que levou o Galo da recuperação às conquistas.

Em 2007, a equipe comandada pelo próprio Levir Culpi amargava a lanterna do Campeonato Mineiro. A afirmação só veio após uma vitória por 3 a 1, no Mineirão. Em seguida, teve a famosa goleada por 4 a 0, na decisão, fundamental para o Galo levantar a taça e a autoestima dos torcedores, após a disputa da Série B, em 2006.

Em 2012, na última rodada do Brasileirão, o Galo tinha a missão de bater a Raposa e garantir o vice-campeonato. Venceu por 3 a 2. O segundo lugar garantiu o time de Cuca na fase de grupos da Copa Libertadores de 2013, algo que foi considerado como fundamental para a caminhada rumo à inédita conquista.

Quando o assunto é clássico, o ano passado é especial para o torcedor atleticano. Os alvinegros viram o Galo levar a melhor em quatro das sete partidas da temporada. Uma delas, disputada no dia 21 de setembro, marcou a virada em 2014. Após vencer por 3 a 2, no Mineirão, o Atlético ganhou confiança para chegar ao título da Copa do Brasil, em cima do mesmo time estrelado.

O lateral-esquerdo Douglas Santos admite que uma vitória no domingo pode servir de motivação para o jogo do dia 18 de março, contra o Santa Fe-COL, na Colômbia. Sem pontuar no grupo 1, o time precisa vencer para seguir na briga pela classificação. “A gente precisa vencer na Libertadores e no Mineiro, já que tivemos essas derrotas. Vencendo o clássico terá uma moral a mais nas duas competições”, afirmou.

Visão da massa. O gerente comercial Edson Robson acredita que o jogo pode marcar a arrancada do Galo. “Quem ganha o clássico geralmente deslancha. Acredito que daria confiança. Ainda iria manter a invencibilidade, e a torcida lotaria os jogos seguintes”, destacou.

Já o auxiliar geral João Paulo Castilho entende que vencer os colombianos, fora de casa, seria o grande feito no momento. “Confiança total vai vir caso vença o Santa Fe. Se vencer o Cruzeiro, não vai deslanchar totalmente, mas vai dar um grande passo”, comentou.

Treino

Definições. Após a folga desta terça, os jogadores do Atlético voltam aos treinos na tarde desta quarta, na Cidade do Galo. A expectativa fica por conta do argentino Lucas Pratto, que pode ser confirmado no clássico

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave