Justiça dá 42 dias de licença a juiz flagrado com Porsche de Eike

Mesmo afastado de suas funções, o juiz Flávio Roberto de Souza mantém seus vencimentos

iG Minas Gerais | Folhapress |

Advogado acusa juiz Flávio Roberto de Souza de utilizar veículos que foram apreendidos pela polícia federal
Sérgio Bermudes/Reprodução
Advogado acusa juiz Flávio Roberto de Souza de utilizar veículos que foram apreendidos pela polícia federal

Uma junta médica do Tribunal Regional Federal (TRF) da 2ª Região (Rio e Espírito Santo) concedeu, na tarde desta terça (3), uma licença médica de 42 dias ao juiz Flávio Roberto de Souza, ex-titular da 3ª Vara Federal Criminal. Souza era responsável pelos processos contra o empresário Eike Batista.

Na última terça-feira (24), o magistrado foi flagrado dirigindo o Porsche de Eike ele mesmo havia apreendido.

A assessoria do TRF não divulgou as razões da licença. Mesmo afastado de suas funções, o juiz Flávio Roberto de Souza mantém seus vencimentos. O seu retorno ao trabalho está previsto para o dia 8 de abril.

O magistrado não respondeu aos contatos feitos pela reportagem.

Na tarde desta terça, o TRF afastou Souza de suas funções e suspendeu o processo contra Eike. Todas as decisões processuais tomadas pelo juiz no caso foram anuladas.

Apenas os bloqueios de bens determinados pelo magistrado foram mantidos pelos três desembargadores da 2ª Turma do TRF que julgaram o caso. Participaram da sessão no tribunal os desembargadores Messod Azulay, Simone Schreiber e Marcelo Granado.

Leia tudo sobre: Eike BatistaPorschejuiz