Apesar de problemas, é momento de facilitar comércio mundial, diz OMC

O governo e empresários, estima que até julho os países membros da organização vão apresentar um programa de trabalho para facilitação do comércio no mundo

iG Minas Gerais | Folhapress |

O diretor-geral da OMC (Organização Mundial do Comércio), Roberto Azevêdo, afirmou nesta terça-feira (3) que este é um momento oportuno para avançar em temas importantes para a organização e para o Brasil.

Azevêdo, que está no Brasil para conversas com o governo e empresários, estima que até julho os países membros da organização vão apresentar um programa de trabalho para facilitação do comércio no mundo. Esses temas devem ser discutidos na próxima conferência da OMC, em Nairóbi, em dezembro.

Para o Brasil, três temas serão muito importantes, relativos à agricultura -subsídios internos, acesso a mercados e subsídios a importações. Assuntos relacionados à indústria e ao setor de serviços também terão destaque, afirmou Azevêdo.

O embaixador não nega, contudo, as dificuldades de se avançar nesse terreno. Desde 2001, a rodada Doha está em andamento, travada desde 2008. "As dificuldades permanecem", e serão necessárias propostas "criativas o suficiente" para superá-las, afirmou.

"Importante que todos os países estejam preparados para um engajamento negociador. (...) Negociação é difícil, mas claramente não é uma negociação impossível".

Azevêdo falou à imprensa no Palácio do Itamaraty, ao lado dos ministros das Relações Exteriores, Mauro Vieira, e do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave