Após coletar US$ 12 mi, relógio inteligente ganha versão de aço

Pioneira no mercado de relógios inteligentes disse que aparelho terá duas opções de pulseiras, feitas de couro ou também de aço, e vai custar US$ 250 no Kickstarter

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Pebble anunciou uma nova versão do seu produto
Divulgação
Pebble anunciou uma nova versão do seu produto

A Pebble, uma pioneira no mercado de relógios inteligentes, anunciou nesta terça-feira (3) uma nova versão do seu produto. O relógio está em fase de arrecadação de recursos na plataforma de financiamento coletivo Kickstarter -foram coletados mais de US$ 12,2 milhões para o acessório, sendo US$ 2,5 milhões em pouco mais de uma hora.

Durante sua palestra sobre "wearables" (aparelhos vestíveis) no Mobile World Congress, um dos mais importantes eventos da telefonia móvel, Eric Migicovsky, cofundador da companhia, aproveitou para revelar que o relógio Pebble Time, que iniciou a campanha na semana passada, também terá uma versão com corpo de metal, o Pebble Time Steel.

O aparelho terá duas opções de pulseiras, feitas de couro ou também de aço, e vai custar US$ 250 no Kickstarter. Quem já contribuiu para a campanha desde a semana passada poderá mudar para o modelo de aço (e pagar a diferença, claro).

O novo reloginho tem autonomia de dez dias sem precisar de carregamento.

No evento, Migicovsky também anunciou um programa que permitirá que empresas independentes criem pulseiras com sensores diferentes. "Assim, uma fabricante de sensores não precisa desenvolver o próprio relógio para comercializar os sensores", disse ele. As pulseiras, então, são substituídas de acordo com a vontade do usuário.

O Pebble Time Steel também tem previsão de entrega para julho.

O novo relógio inteligente deve enfrentar neste ano a forte concorrência do Apple Watch, "smartwatch" da Apple com previsão de lançamento para abril.

Leia tudo sobre: Pebblerelógio inteligenteEspanha