Carteiro é morto a facadas após festinha em sua casa no Sul de Minas

Vítima foi encontrada caída no chão do quarto por uma vizinha; suspeito se apresentou à polícia, mas ainda não há informações se ele confessou o crime

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Um carteiro de 44 anos foi esfaqueado até a morte em sua casa, em Elói Mendes, no Sul de Minas, nessa segunda-feira (2). O crime aconteceu depois da vítima promover uma festinha no imóvel.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o assassinato foi descoberto por uma conhecida de Clóvis Carlos de Magalhães. Ela contou que estranhou ao perceber que o vizinho, que estava de férias, não tinha aberto as janelas da residência, localizada Benjamin Constanti, no bairro Vila Coli.

Como tinha a cópia das chaves do imóvel, a mulher foi até lá. Ao abrir a porta da cozinha, ela se deparou com marcas de sangue no piso. A sala também estava manchada. O corpo do carteiro foi encontrado no quarto, caído no chão enrolado em uma colcha. Segundo a perícia, o homem foi esfaqueado no pescoço e tórax.

Familiares de Magalhães estiveram na casa e afirmaram à polícia que a carteira, um celular e um notebook da vítima tinham sido roubados. Um outro vizinho contou à equipe policial que, no domingo (1º), o carteiro promoveu um evento em sua casa. Na ocasião, várias pessoas consumiram bebidas alcoólicas.

Um dos participantes da festa foi indicado como o suspeito dos roubos e do homicídio. Ele se apresentou na Delegacia de Varginha, cidade vizinha, com o seu advogado. A Polícia Civil ainda não informou se o homem confessou o crime.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave