Contrata da Lotus, piloto espanhola rebate críticas: 'é tudo inveja'

Carmen Jorda, de 26 anos, afirmou ao jornal alemão Bild que são poucas vagas na Fórmula 1 e que todos pilotos querem entrar

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Carmen já passou pelo Kart, Formula 3 Espanhola, Formula 3 Europeia e Indy Lights Series
Reprodução Facebook
Carmen já passou pelo Kart, Formula 3 Espanhola, Formula 3 Europeia e Indy Lights Series

Após receber diversas críticas de pilotos por ter sido contratada pela Lotus, a espanhola Carmen Jorda resolveu se pronunciar. Em entrevista ao jornal alemão Bild, a piloto de 26 anos- que irá atuar no desenvolvimento de carros da Fórmula 1- afirmou que encara os julgamentos como “inveja”.

"A Fórmula 1 é cheia de inveja. Há poucas vagas, então só alguns podem chegar lá,” disse ao Bild.

Na semana passada, diversos corredores usaram as redes sociais para criticar a contratação de Jorda pela Lotus. A espanhola teve atuações apagadas nos últimos três anos que atuou na GP3 – uma segunda divisão nas categorias de base da F-1- e por isso, para os pilotos, não era a pessoa adequada para o cargo de desenvolvedora de carros da equipe britânica.

Um dos colegas da espanhola na categoria, Rob Cregan, chegou a dizer que Jorda  “sequer conseguiria revelar fotos, imagine desenvolver um carro de F-1 híbrido”. A espanhola rebateu as críticas dizendo que “Rob apenas está com inveja porque eu estou aqui e ele não. Desejo a ele o melhor, é tudo o que posso dizer,” afirmou.

A espanhola é a segunda mulher que atuará na principal categoria do automobilismo na atual temporada. A outra é Susie Wolff, reserva da equipe Williams.   

Leia tudo sobre: formula 1carmen jordalotuspilotoscriticasjornal bild