Mulher se recusa a ir embora de cachoeira e é assassinada por namorado

Vítima, que estaria grávida, levou três socos no rosto e caiu na água; suspeito demorou mais de cinco horas para acionar a polícia

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Um passeio romântico de um casal de namorado terminou de forma trágica em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, nessa segunda-feira (2). Após se recusar a ir embora de uma cachoeira, uma mulher de 32 anos levou três socos do namorado, caiu na água e morreu. O homem foi preso.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o suspeito de 28 anos contou que, na tarde dessa segunda, ele e Joice Cristina de Jesus resolveram passear na cachoeira do Açude. Depois de um determinado tempo, o jovem quis ir embora, mas a companheira se recusou.

Os dois, que tinham feito uso de bebidas alcoólicas, começaram a discutir e no meio da briga a mulher foi agredida no rosto. Ainda na versa dele, Joice caiu acidentalmente na água. Ela foi retirada da cachoeira pelo próprio namorada com andar cambaleante e voz baixa.

A briga aconteceu por volta das 17h, mas a polícia só foi acionada por volta das 22h50. O agressor afirmou que estava esperando a vítima melhorar, mas, como isso não aconteceu, ele acionou a polícia e pediu ajuda a um desconhecido que também estava no local.

Quando militares da 1ª Companhia Independente chegaram à cachoeira do Açude,  em um local de difícil acesso, encontraram Joice com rigidez cadavérica, manchas roxas e várias escoriações. Segundo a perícia, a mulher apresentava afundamento de crânio, ferimentos na cabeça e na perna esquerda.

O suspeito foi encaminhado à Central de Flagrantes I (Ceflan) do bairro Floresta, na região Leste da capital mineira.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave