Obama espera abrir embaixada em Cuba antes da Cúpula das Américas

Reunião será em abril, no Panamá; entretanto, ele ponderou que será preciso bastante tempo para a normalização total das relações com Cuba, após mais de meio século de ruptura

iG Minas Gerais | Agência Brasil |

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse nesta segunda-feira (2) em uma entrevista exclusiva à Agência Reuters, que tem esperanças de que o país consiga abrir uma embaixada americana em Cuba antes da reunião da Cúpula das Américas, em abril, no Panamá.

“Minha esperança é de que possamos abrir uma embaixada em Cuba, antes da cúpula”, disse. Entretanto, na entrevista, ele ponderou que será preciso bastante tempo para a normalização total das relações com Cuba, após mais de meio século de ruptura. “Há muito trabalho que ainda precisa ser feito, para restabelecer plenamente as relações”, acrescentou.

Na última sexta-feira e sábado (27 e 28 de fevereiro), os dois países tiveram mais uma rodada de reuniões para discutir a reaproximação, anunciada em dezembro. Cuba insiste que os Estados Unidos devem retirar o país da lista das nações consideradas “terroristas” e também pede que o Executivo pressione a votação pelo fim do embarco econômico no Congresso americano. “Há muito trabalho que ainda precisa ser feito, para restabelecer plenamente as relações”, acrescentou.

Apesar da iniciativa, o presidente americano encontra resistência entre alguns deputados e senadores, principalmente entre os Republicanos. Obama usou o mesmo tom do discurso adotado em dezembro, quando anunciou a reaproximação histórica.

“Após 50 anos de uma política que não funcionou, nós precisamos tentar algo novo que encoraje e que, em última instância, eu acho que força o governo cubano a se engajar em uma economia moderna. E que isso vai criar mais espaços de liberdade para o povo cubano”, disse.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave