Modelo que perdeu a perna em acidente começa a usar prótese

Paola Antonini Franca Costa, de 20 anos, publicou um vídeo fazendo o uso de sua nova prótese

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Paola e o namorado colocavam bagagem no porta-malas do carro quando foram atingidos
Reprodução / Instagram
Paola e o namorado colocavam bagagem no porta-malas do carro quando foram atingidos

Dois meses depois de ter sido atingida por um carro dirigido por uma jovem embriagada na porta de sua casa, na avenida Raja Gabáglia, no bairro Luxemburgo, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, a modelo Paola Antonini Franca Costa, de 20 anos, comemorou um passo importante na sua recuperação no último fim de semana. Ela publicou neste sábado (28) em seu Instagram um vídeo fazendo o uso da prótese da perna esquerda. 

"Depois de tanto preparo e espera por esse momento, pude andar de novo. Ontem (sexta-feira) foi meu segundo dia com a prótese provisória. Muito feliz em ver mais uma etapa realizada, 2 meses depois do acidente. Agora é treinar muito pra jájá conseguir andar direitinho, correr...vamo que vamo (sic)!", dizia a legenda do vídeo. 



Em entrevista recente à revista Glamour, a modelo afirmou que prefere não saber sobre a motorista que a atropelou e focar na sua recuperação completando que não via "a hora de pôr a prótese e voltar a andar!”. Paola ainda chegou a afirmar que, após colocar a prótese, pretende tocar sua vida normalmente. "Vou usar shorts, ir pra balada, postar fotos nas redes sociais e jamais esconder minha nova perna. E quero continuar minha carreira de modelo", falou. 

Paola e seu namorado foram atropelados no dia 27 de dezembro de 2014, em frente ao condomínio em que ela vive, quando o casal colocava as malas no carro para irem até o Rio de Janeiro, onde passariam o Ano Novo. O porteiro do condomínio contou à polícia que o Fiat 500 atingiu a traseira do Fiat Brava da jovem.

A modelo, que era muito conhecida por ter integrado a "Galera Capricho", teve a perna esmagada e foi socorrida para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, sendo transferida posteriormente para o Hospital Felício Rocho. Já o namorado da jovem teve ferimentos leves na perna.

A motorista do carro passou pelo teste do bafômetro, que indicou 0,53 mg/l, o que aponta a embriaguez. No momento do acidente, ela não portava a carteira de motorista. A suspeita, Diandra Lamounier Morais de Melo, de 24 anos, foi liberada do Departamento de Trânsito de Minas Gerais (Detran-MG) depois de pagar fiança de R$ 1.500.